quinta-feira, 30 de outubro de 2008

Entrevista com Forgotten Boys





A banda Forgotten Boys concedeu uma entrevista para o Jornal Cultural para falar de disco novo, surgimento da banda, internet, do show no próximo domingo, dia 02 de novembro, e muito mais.
Jornal Cultural: Fala como foi que surgiu a banda
Gustavo Riviera: A banda já tem mais de 10 anos e quando surgiu era, na verdade quando a gente decidiu tocar, era eu e o Artur, o outro baterista; a gente tocava Ramones cover e ai a gente decidiu fazer umas músicas assim, porque a gente tava insatisfeito com as bandas que tinham na época, em São Paulo principalmente, e a gente decidiu fazer a gente mesmo as músicas, montar a banda porque achava tudo meio ruim, a gente não gostava e queria colocar uma banda com as influências que a gente gostava como Ramones.
Zé Mazzei: E outra coisa, quando eles começaram a fazer isso, não era necessariamente insatisfeito com Axé Music, era insatisfeito mesmo com o estilo de rock, com as bandas que tavam tocando rock que tava muito, na época, de tocar hardcore, hardcore, hardcore.
Gustavo: E não tinha uma banda com influência clara do punk.
Jornal Cultural:
Fala um pouco do disco novo “Louva-A-Deus”
Gustavo: Ah, pow, esse é o nosso quarto disco, ele foi feito pela primeira vez no independente por inteiro, só a distribuição que não, mas ele não tem nenhum selo, nenhuma gravadora, a gente saiu da gravadora, fez independente, buscou produtor diferente do que a gente já fez antes, que é o Apollo Nove né, que trabalha mais com música eletrônica, umas coisas mais desse tipo, ai saiu um disco bem diferente do que a gente já tinha, assim, bem novo, com várias novidades na música, nas composições, na gravação, na arte da capa, na maneira que ele foi produzido e tudo, várias coisas novas assim.
Jornal Cultural:
E o que vocês estão preparando para o show de domingo?
Gustavo: Ah, o show vai ser meio que em cima desse disco, a gente vai tocar as músicas novas, talvez a gente toque algum cover, mas a gente decide sempre tudo na hora do show, não posso falar o que vai ter no show porque a gente não sabe ainda, a gente vai ver na hora, a gente faz o set list dez minuntos antes de entrar no palco.
Jornal Cultural:
O que vocês estão esperando desse show?
Gustavo: Pow, a gente sempre toca aqui em Recife e os shows são sempre muito legais, as últimas duas vezes que a gente esteve aqui, que foi uma no Downtown e a outra na Nox, foram shows ótimos de tudo, assim, o show foi bom, depois do show também, antes do show, ótimo, tudo aconteceu muito bem. Tudo indica que ta acontecendo de novo.
Jornal Cultural: Além do Recife, vocês vão fazer quantos estados no nordeste e como vai ser tocar nos outros lugares?
Gustavo: Ah, a gente fez já no começo do mês passado alguns lugares, Bahia e Sergipe, e agora a gente tá voltando para fazer mais quatro estados que acho que é pra dar meio que uma completada na turnê desse disco no nordeste, pra apresentar o disco novo e tal; e tem dois festivais nessa turnê que é o Dosol, em Natal, e o Aumenta que é rock, em João Pessoa, e a gente já tocou nesses lugares e são bem legais assim, e é sempre bom a gente tocar aqui no nordeste. Acho que de uns três anos pra cá a gente ta vindo tocar todo ano e até mais de uma vez por ano. Antes disso a gente não conseguia vir pra cá, só no Abril Pro Rock que a gente veio, mas agora a gente tá conseguindo tocar aqui com mais freqüência, isso é bem legal.
Jornal Cultural:
E o que vocês acham da internet, esses novos veículos (myspace, youtube) podem ajudar na divulgação.
Zé: Não acho que podem, ajuda sim, a grande vantagem dela é que ela é livre e teoricamente de fácil acesso, porque acho que a internet não é tão brutalmente difundida no Brasil como se faz pensar, é pra quem tem internet, ela tem essa vantagem que ela tem muita coisa e você ta livre pra essas coisas, mas tem a desvantagem de que pra você filtrar o que tem de legal na internet é muito difícil, mas o Myspace serve como divulgação, claro, assim como os softwares pra baixar música também servem como distribuição pra você de maneira bem legal, a internet é um instrumento fundamental.
Jornal Cultural:
Que bandas vocês indicariam pra o público conhecer?
Gustavo: Em São Paulo tem o Hurtmold, que é uma banda que a gente gosta bastante; aqui tem o Vamoz, que eu acho bem legal aqui do Recife, The Sinks, de Natal, O Amp, também daqui, que é legal, o Walverdes, do Rio Grande do Sul, Porto Alegre... é, essas bandas são bem legais.
Zé: Vanguart, de Cuiabá, são grandes amigos, o Rock Rocket, de São Paulo, são grandes amigos também; bom, sempre vai esquecer de bandas assim, mas são essas bandas que acho que têm certo destaque dentro do circuito e acho que não é à toa, é bem merecido, e geralmente as bandas que têm um certo destaque no cenário independente têm algum valor assim, as bandas que se destacam no independente, geralmente têm uma coisa a mais pra apresentar, e não dinheiro e divulgação.
Jornal Cultural: E qual é a dica que vocês dariam para as bandas que tão começando?
Gustavo: Ah, se o cara tem vontade e sente essa necessidade de tocar, de fazer música, acho que vai do cara mesmo, ter uma banda não é fácil, mas tem que seguir em frente, se é isso que ele gosta, é isso que ele tem que fazer,tocar, e compor, e estudar, e fazer o que ele gosta.
Zé: Acho que não tem uma receita para se fazer música, é continuar fazendo até conseguir, e quanto ao que ouvir para trazer como influência, é algo bem pessoal, cada um vai ouvir o que acha melhor.

Jornal Cultural: Vocês falaram que a banda surgiu com o intuito de mudar um pouco a cena de São Paulo porque não tinha bandas com as influências que vocês gostavam, e hoje, como é que ta?
Zé: Hoje a gente consegue citar bandas legais, como a gente citou agora, que antes a gente não conseguiria.
Gustavo: Claro que não é só a cena de São Paulo, muitas outras estão lá concentradas em São Paulo, mas não são de lá, e foram pra lá pra poder trabalhar melhor assim, que lá tem uma melhor estrutura, mas já tem muito mais opção agora, você quer ouvir uma banda de rock garagem, quer ouvir uma banda com influências mais de 60, 70, ou quer ouvir banda folk, metal, tem muito mais opção pra você poder escolher, achar uma banda legal e tal, isso talvez a internet seja a grande responsável; pra você poder achar uma banda legal, se tiver interesse, é só procurar o endereço, vai atrás do Myspace, ou em qualquer outro site, seleciona o que você quer ouvir e escuta rapidinho a música, você não precisa ter muito trabalho pra ouvir, não precisa nem pegar o disco, é só colocar no site e já bota pra ouvir, acho que isso facilitou, há dez anos não tinha isso, e rolava uma certa comodidade, com certeza tinham bandas fazendo esse tipo de som em São Paulo, ou até fora de São Paulo, mas era mais difícil você ter acesso ao físico, você tinha que comprar o disco para escutar, agora as músicas do disco estão dentro da tua casa, pode ser que na época que a gente começou tivesse uma banda no Acre fazendo a mesma coisa que a gente, mas na época a gente nunca ia saber.
Zé: A gente foi tocar em Cuiabá pela primeira vez, o show cheio pra cacete, o público cantando todas as músicas e não tinha um disco do Forgotten pra vender em Cuiabá; tinha uma menina que tinha que comprou na Galeria do Rock quando ela foi pra São Paulo.
Jornal Cultural: O espaço é de vocês para falarem o que quiser.
Gustavo: Bom, nosso site tem tudo informando agendas e novidades da banda, que é o WWW.forgottenboys.com.br, “Forgotten” com dois “t” e o myspace/forgottenboys dá pra escutar as músicas, dá pra baixar o disco.
Zé: Dá para baixar o disco e piratear da forma que vocês se sentirem à vontade, e se forem no show o disco é vendido a R$ 10,00, um preço bem acessível pra quem gosta de ter o físico com a capinha e o caralho a quatro. É isso, qualquer informação é só procurar lá.
Gustavo: A gente se vê lá domingo.

Por: Tarcísio Camêlo.

Agenda Cultural



Eddie, DJ Dolores e Isaar no Arsenal
Sexta 31/10
Local: Praça do Arsenal (Recife Antigo)
Horário: 19h
Preço: Grátis
Atrações: Eddie, DJ Dolores e Isaar

Traga a Vasilha
Sexta 31/10
Local: Rua da Moeda (Recife Antigo-PE)
Horário: 23h
Preço: Grátis
Encontro de Maracatu na rua da moeda, Recife Antigo.

EL Mocambo
Sexta 31/10
Local: Burburinho (Rua Tomazina, Recife Antigo)
Horário: 22h
Preço: R$ 5,00
A banda EL Mocambo leva muito blues e rock and roll nesta sexta no Burburinho.

Estação Arte
Sexta 31/10
Local: Estação Central de Metrô do Recife
Horário: 17h
Preço: 1,30 ou Passe Fácil
O projeto Estação Arte traz a banda Mira Negra, nesta sexta, na estação central do Recife.

Dançando no Pátio
Sexta 31/10
Local: Pátio de São Pedro (Recife)
Horário: 20h
Preço: Grátis
O projeto Dançando no Pátio, no Pátio de São Pedro, recebe a Orquestra Jesiel.


Na Calçada
Sexta 31/10
Local: Toca da Joana (Rua Conselheiro Nabuco, Recife)
Horário: 20h
Preço: R$ 7,00
A banda Na Calçada anima a roda de samba desta sexta na Toca da Joana.

Quintal do Rossi
Sexta 31/10
Local: Quintal do Rossi (Rua 7 de setembro, Olinda)
Horário: 22h
Preço: Grátis
Sexta no Quintal do Rossi é dia de Hip Hop Clandestino com DJ Rossilove e MyChild.

Mukeka di Rato no Recife

Sexta 31/10

Local: Armazém 14 (Recife Antigo)

Horário: 21h
R$ 10,00 Atrações: Nose Tail, Nark, Risko HC, Sr. Picocal, Skina 3A, Alexandria, Revolta Civil e Mukeka di Rato (ES)

Torture Squad no Recife

Sexta 31/10

Local: Espaço Azaração (Av. Dr. José Rufino, próximo ao metrô de Tejipió - Tejipió)

Horário: 16h
Preço: R$ 10,00
Atrações: Project 666, Hydrown, Unscarred, Disturbed Souls, Nakara, Lei do Silêncio, Desinfernality, Implement, Vurmos, Skarificação e Torture Squad (SP)

Festa dos Servidores
Sexta 31/10
Local: Terminal Marítimo (Marco Zero, Recife Antigo)
Horário: 21h
Preço: Grátis
Quem anima a festa dos servidores, que será no terminal marítimo, é Victor Camarote e Banda Arquibancada.

Del Rey
Sexta 31/10
Local: Spirit Music Hall (Rua do Futuro, Aflitos, Recife)
Horário: 22h
Preço: R$ 25,00 (homens) e R$ 20,00 (Mulheres)
A banda Del Rey, formada por alguns integrantes da Mombojó com China nos vocais tocando sucessos de Roberto Carlos, é a atração desta sexta na Spirit Music Hall.

Bande Ciné
Sexta 31/10
Local: Frida Mexican Bar (Rua Capitão Rebelinho, Pina)
Horário: 22h
Preço: R$ 20,00 (Homens) e R$ 15,00 (Mulheres)
A Bande Ciné, que toca Clássicos franceses, é a atração desta sexta no Frida.

Halloween no Club Metrópole
Sexta 31/10
Local: Club Metrópole (Rua das Ninfas, Boa Vista, Recife)
Horário: 22h
Preço: R$ 15,00 (antecipado) e R$ 20,00 (Na hora)
Quem anima o Halloween da Metrópole é o DJ Felipe Lira.

Sábado 01/11

Tarja Preta no Burburinho
Sábado 01/11
Local: Burburinho (Rua Tomazina, Recife Antigo)
Horário: 23h
Preço: R$ 5,00
O Burburinho apresenta a banda Tarja Preta, que tocará todas as músicas do album Machine Head do Deep Purple, além de sucessos de Pink Floyd, Led Zeppelin, The Doors, Queen, Rolling Stones e Beatles.

Quintal do Rossi
Sábado 25/10
Local: Quintal do Rossi (Rua 7 de Setembro, Cidade Alta, Olinda)
Horário: 22h
Preço: Grátis
DJ RossiLove anima o Quintal ao som de Manguebeat NoStop com Radiolainvisível + Consórcio Antipop.

Toca da Joana Apresenta
Sábado 01/11
Local: Toca da Joana (Rua Conselheiro Nabuco, Casa Amarela, Recife)
Horário: 20h
Preço: R$ 7,00
Atrações: Mr. Ben e banda Caetano.

Fim de Feira no Mercado da Madalena
Sábado 01/11
Local: Mercado da Madalena (Madalena, Recife)
Horário: 13h
Preço: Grátis
A banda Fim de Feira leva o show do seu novo disco, “Revolução dos Pebas”, ao Mercado da Madalena.

Alcymar Monteiro e banda Quinteto Sala de Reboco
Local: Sala de Reboco (Rua Gregório Júnior, 264, Cordeiro, Recife, PE)
Horário: 23h
Preço: R$ 12,00
O cantor Alcymar Monteiro leva seu forró para a Sala de Reboco neste sábado, 1 de novembro, a partir das 23h. A abertura fica por conta da casa Quinteto Sala de Reboco.

Livraria Cultura apresenta Cavalo-Marinho Boi Pintando
Sábado 01/11
Local: Livraria Cultura (Paço Alfândega, Recife Antigo)
Horário: 17h
Preço: 1 kg de alimento não perecível.
O Cavalo-Marinho Boi Pintando é a atração da Livraria Cultura neste sábado.

PE Music Festival
Sábado 01/11
Local: Arena externa do Centro de Convenções de Pernambuco (Complexo Salgadinho, Olinda)
Horário: 16h
Preço: R$ 50,00 (Inteira) e R$ 25,00 (Meia)
Atrações: Cordel do Fogo Encantado, O Rappa, Skank, NX Zero, Andrea Amorim, Strike e República.

Domingo 02/11

Forgotten Boys no Recife

Domingo 02/11

Local: Armazém 14 (Recife Antigo)

Horário: 15h
Preço: R$ 12,00

Atrações: Caravana do Delírio, Novanguarda, Love Toys, Bruno Negaum e Martinez,Bon Vivant e Forgotten Boys (SP).

Quintal do Rossi
Domingo 02/11
Local: Quintal do Rossi (Rua 7 de setembro, Cidade Alta, Olinda)
Horário: 20h
Preço: Grátis
O DJ RossiLove apresenta o DubMingo, "Nem tudo foi Bob", Jamaicanos Dubs.

EL Mocambo apresenta
Domingo 02/11
Local: Downtown Pub (Recife Antigo)
Horário: 20h
Preço: R$ 10,00
A banda EL Mocambo da continuidade ao projeto Domingo Descolados e tem como convidados o Maestro Spok, Gilsinho (Orquestra Contemporânea de Olinda), Alexandre Bicudo (Guitarrista) e a abertura fica por conta da banda Bob Nelson.

Livraria Cultura apresenta
Domingo 02/11
Local: Livraria Cultura (Paço Alfândega, Recife Antigo)
Horário: 17h
Preço: 1 kg de alimento não perecível.
Neste domingo, a cantora Camilla Inês estará na Livraria Cultura para um show. Nascida em uma família de músicos, essa pernambucana assume proporções contagiantes quando interpreta as belas composições dos inesquecíveis Duke Ellington, Cole Poter e Nat King Cole.

O Jornal Cultural não se responsabiliza por qualquer alteração na programação.
Por: Tarcísio Camêlo
Foto: Lila Ribeiro.

quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Programação dos Teatros Municipais


Os teatros municipais trazem uma programação diversificada para o público nesta e na próxima semana. A continuidade das peças em cartaz, espetáculos musicais, festivais de bonecos estão entre as atrações. Confira o que está em cartaz:

Teatro do Parque - Nesta sexta-feira (31), às 18h, o Projeto Intervalos traz como atração a cantora, compositora e percussionista Carla Vaz, que funde música e artes cênicas em um espetáculo com repertório do cancioneiro popular brasileiro. A entrada é franca. Também na sexta, às 20h, acontecerá a gravação do DVD Walgrene Agra e Ela no Vale do Eco, do cantor e compositor Walgrene Agra, cujo repertório mistura maracatu, coco e ciranda com ritmos como funk, blues e rock. Os ingressos custam R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia). No sábado (01) e domingo (02), às 18h, é a vez da peça “As Criadas Mal Criadas”, da Trupe do Barulho. O espetáculo de Luiz de Lima Navarro, com direção de Manoel Constantino, conta a história das criadas Clair e Solange, que tentam matar a Madame para herdar a fortuna do prêmio Miss Brasil Traveca 2008 e finalmente se tornar “madames”. Os ingressos custam R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia). Também no domingo, às 10h, a criançada poderá curtir mais uma apresentação do espetáculo Hipopocaré – O Rei da Galhofa, com texto de Antônio Guinho e direção de Carlos Carvalho, que aborda temas como preservação ambiental, cooperação, respeito às diferenças, e valores como a amizade, o amor e a compreensão. Antes, show e brincadeiras com o Palhaço Chocolate. Ingressos a R$ 10,00. Na segunda-feira (03), às 19h, o palco do Teatro do Parque recebe mais uma vez o projeto Segunda Cultural, promovido pela Assembléia Legislativa de Pernambuco, que traz, toda primeira segunda-feira de cada mês, artistas de diversos gêneros musicais. Nesta edição, as atrações são a cantora Edilza Aires, com um som que reúne elementos do black, soul, funk music e rhythm and blues, sem deixar de lado as raízes nordestinas e brasileiras, e a banda Ínsula, cujo repertório inclui composições próprias e releituras originais de artistas diversos como The Doors, Moreira da Silva, Tom Zé, The Beatles e Luiz Gonzaga, com incursões pelo samba, baião, jazz, ska, valsa, etc. A entrada é gratuita.

Teatro Santa Isabel - O evento Por Um Sorriso de Criança, promovido pelo Conservatório Pernambucano de Música (CPM), trará no sábado (01), às 16h, apresentações da Big Band do CPM e o forrozeiro Petrúcio Amorim. Os ingressos custam R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia) e a renda será revertida para o orfanato Lar Ceci Costa. Na próxima quarta (05), até a sexta-feira (07), o Santa Isabel recebe o Festival Internacional de Bonecos do Sesi, que contará com apresentações de artistas internacionais do universo das marionetes e fantoches. Durante os três dias, as atrações: The Huber Marionettes (E.U.A.), na quarta (05); Valéria Guglietti (Argentina), na quinta (06); e Viaje Inmovel (Chile), na sexta-feira (07). Todas as apresentações serão sempre às 19h e às 21h. A entrada é gratuita, com a distribuição dos 500 ingressos (um por pessoa) no próprio teatro, às 12h, no dia de cada espetáculo. Todos os dias durante a entrada da platéia, o robô da Compagnie de Draak, da Holanda, irá interagir com as pessoas, divertindo o público.

Teatro Barreto Júnior – Nesta quinta (30) e sexta-feira (31), continua a temporada de “Oxente”, às 20h. A peça traz quadros cômicos baseados em realidades do interior de Pernambuco, que remetem à libido, sexualidade e outros assuntos afins. A produção é do diretor, jornalista, ator e produtor teatral Manoel Constantino. Os ingressos custam R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia). Já no sábado (01) e domingo (02), às 16h30, é a vez do espetáculo “Outra Vez Era Uma Vez”, escrito por André Filho. Nele, diferentes universos, tais como o do Poeta e de seus personagens, o do Pássaro e do Peixe ou da Infância e da maturidade, dialogam entre si em busca da imaginação e da poesia perdidas em nosso passado, trazendo de volta a criança esquecida dentro de nós. Também no sábado (01) e domingo (02), às 20h, continua a temporada da peça “Anjos de Fogo e Gelo”, que conta a história de amor vivida entre os poetas Paul Verlaine e Arthur Rimbaud, que escandalizou a sociedade francesa no século XIX. A peça mostra as dificuldades desse relacionamento, a repercussão na sociedade francesa, as aventuras de Rimbaud na África, além de ressaltar a influência da obra dos dois artistas para a poesia moderna. O texto é de Moisés Neto e a direção de José Francisco Filho. Os ingressos custam R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia).


Fonte: Boletim Diário da prefeitura do Recife

terça-feira, 28 de outubro de 2008

3° Mostra de Circo do Recife


A 3ª Mostra de Circo do Recife, uma ação da Gerência de Circo da Fundação de Cultura Cidade do Recife (FCCR) e da Secretaria de Cultura inicia nesta quarta-feira (29), prosseguindo até o dia 2 de novembro. Em sua terceira edição, o evento conta com o patrocínio dos produtos Cheetos (Elma Chips), via Lei Rouanet; e Pirulito Pop Mania (Riclan), homenageia o palhaço Gameloso. Após o sucesso das duas primeiras edições da Mostra, a cidade mais uma vez será inundada de palhaços, malabaristas, mágicos, equilibristas, contorcionistas, atiradores de facas, cuspidores de fogo e tantos outros artistas que fazem do circo um espaço em que o riso, o espanto e a fantasia fascinam crianças e adultos.O público poderá assistir a espetáculos de circos tradicionais, escolas de circo, trupes e artistas independentes em quatro diferentes lonas, armadas no Parque 13 de Maio, Lagoa Encantada, Sítio Trindade e San Martin. Ocorrem ainda palestras, oficinas, mesa redonda com os convidados Nara Menezes, Luciano Pontes e Diocélio Barbosa; exposição sobre o homenageado e, como novidade este ano, dois pólos de vídeo: Pólo Refinaria Multicultural Nascedouro de Peixeinhos e Pólo Coqueiral, onde serão exibidos filmes com temática circense como Vida de Inseto (John Lasseter), O Maior Espetáculo da Terra (Cecil B. DeMille), Alegria Cirque du Soleil e O Circo de Chaplin.É importante ressaltar o aspecto descentralizado da Mostra, que segue os mesmos princípios de outros eventos realizados pela Prefeitura do Recife, levando cultura para diversos pontos da cidade, pontuou Beto Rezende, diretor de Descentralização Cultural da FCCR. Além do mais, a gratuidade dos espetáculos e de todas as outras ações da Mostra são um incentivo para que todos possam comparecer, independente da condição financeira. Já o gerente de Circo da FCCR e coordenador geral da Mostra, Gilberto Trindade, prefere não falar em resgate do circo. O circo, independente de tudo, está aí; ele existe e apresenta-se em todos os lugares. Com essa Mostra, a Prefeitura do Recife coloca o foco sobre esses artistas, possibilitando a eles trabalhar e possibilitando ao público prestigiar esse trabalho. Dentre as atrações da Mostra estão o Circo Bambolê, que pertence a uma família tradicional circense que há 45 anos atua na área; o Circo Big Brasil, considerado de pequeno porte mas com o objetivo de levar cultura e arte à população de todo o território brasileiro; o Circo Tropical, pavilhão de lonas coloridas recoberto por uma ousada estrutura, fundado em 1985, no município de Ipojuca e cujo proprietário é o Palhaço Cavaquinho; a Companhia de Teatro-Circo Lua Crescente que tem as duas artes juntas; entre outros. O Arricirco, escola fundada em 1995 e que se apresenta na Mostra, tem um projeto pedagógico baseado no entendimento de que aprendizagem se processa na medida em que a criança dá uma resposta natural aos desejos de sua própria realidade. A escola conta com a colaboração de diversas instituições internacionais, o que tem permitido o intercâmbio de jovens integrantes do Arricirco em encontros no Canadá, Chile e Argentina, assim como de trabalhos no Rio de Janeiro, em São Paulo e em Belo Horizonte.Fundado em 1996, O Grande Circo Arraial Escola Pernambucana de Circo é uma Organização Não-Governamental sediada em Recife que desenvolve, em âmbito local, atividades de intervenção social junto a crianças, adolescentes e jovens na comunidade da Vila do Buriti, no bairro da Macaxeira, realizando atividades de resgate da cidadania através da formação artístico-cultural, com ações nas áreas de circo, teatro, dança, música e artes plásticas. O conhecido Circo Alakazam foi inaugurado em abril de 1974, em Piracuruca, Piauí. Há muitos anos circulando em Recife e na Região Metropolitana, é uma casa de entretenimento onde se apresentam artistas formados no próprio circo, aprendizes de outrora que ganharam a oportunidade de mostrarem suas habilidades ao grande público. O Gran-Londres Circo foi entregue à artista Índia Morena, em 1975. Funcionária do Gran-Londres há anos, foi contemplada com este presente e decidiu permanecer no circo, apesar deste estar em situação de falência na época. Como pagamento das dívidas que tinha com Índia, o antigo proprietário lhe entregou o que ela hoje considera como parte de si mesma. O circo é o meu mundo, é o que tem de bonito no mundo, confessa. Ainda na programação há grupos da Paraíba como a Trupe Lua Crescente, Euro Circo e Circo Dandara. O secretário de Cultura, João Roberto Peixe, acredita que, devido à ameaça de ser apagado do cenário cultural do País, o circo tem uma atenção especial da PCR. No primeiro ano da Mostra só tínhamos uma lona armada no Forte do Brum e não tínhamos patrocínio. Hoje, com a política cultural da gestão que considera o circo como patrimônio, já temos patrocinadores e parceiros, afirma o secretário.Durante o evento, também serão montados um estandes da Secretaria de Saúde do Recife. Nos espaços, a população poderá encontrar material educativo sobre o Mais Vida, política de redução no consumo de álcool, fumo e outras drogas da Prefeitura do Recife. Nos dias que antecedem o evento, os usuários do serviço municipal têm sido incentivados a assistir aos espetáculos como forma de promover a sua reinserção social, uma das diretrizes do programa. Confira a programação completa da 3ª Mostra de Circo no anexo ao lado.O homenageado - Severino Ramos de Lisboa, Gameloso, nasceu em 15 de maio de 1927. O seu primeiro contato com o circo foi quando, em 1939, fugido de casa, no Recife, sem destino certo, escondeu-se num trem que partia em direção a Natal-RN. Numa parada, em Camarazal - PB, o futuro palhaço Gameloso viu um perna–de- pau gritando: Tem sim senhor. Assim afastou-se da estação e não viu o trem ir embora. Perguntar ao palhaço se no circo havia vaga para um menino sabido, trabalhador e sozinho no mundo. O palhaço avisou: O dono do circo é mais ruim do que carne de tetéu. Mesmo assim o menino foi tentar. Era o circo Tourada Mexicana Circense, cujos donos Ferrugem e Beliza, aceitaram o garoto para fazer todo o serviço: botar água, fazer mandado, varrer, arrumar. Durante o dia, Severino via os artistas ensaiando, e à noite via o espetáculo. Quando todos iam dormir, o garoto ensaiava trapézio escondido. Ensaiou sozinho durante 4 anos e 8 meses, até quando o trapezista Sherlok foi embora. Então, se apresentou para Dona Beliza, a artista das Touradas, dizendo ser capaz de fazer um número melhor do que o artista ausente. Ela, descrente, programou-o para a matinê. Foi um sucesso. Desde então Severino não botou mais água, nem fez mandado. Virou um artista e, futuramente, o palhaço Gameloso.


Programação:


Parque 13 de Maio
29/10 19:30h Abertura.
Homenagem a Família de Severino Ramos de Lisboa (Gameloso) e entrega da placa.
29/10 20h Circo Lua de Prata
29/10 20h Banda do Maestro Mendes
29/10 20h Trupe Lua Crescente(PB)
30/10 20h Trupe Etnia
31/10 20h Circo de Mônaco
01/11 19:30h Artistas Independentes
01/11 20h Circo Bingo Show
02/11 17h Gran Londres Circo
02/11 19h Circo Transamérica


Lagoa Encantada
30/10 19:30h Cia. Aje de Dança
30/10 20h Trupe Lua Crescente(PB)
31/10 20h Escola Pernambucana de Circo
01/11 19:30h Artistas Independentes
01/11 20h Circo Tropical
02/11 17h Moleza e Gentileza
02/11 19h Circo Veneza


Sítio Trindade
30/10 19:30h Bale Multicultural do Recife
30/10 20h Euro Circo(PB)
31/10 20h Circo Dandara(PB)
01/11 19:30h Artistas Independentes
01/11 20h Trupe Irmãos Santanas
02/11 17h Circo Big -Brasil
02/11 19h Arricirco


San Martin
30/10 19h 30 Amamolegando
30/10 20h Circo Dandara (PB)
31/10 20h Euro Circo (PB)
01/11 19h 30 Artistas Independentes
01/11 20h Circo Alakazam
02/11 17h Circo Bambolê
02/11 19h Circo Barcelona


Oficinas
Parque 13 de Maio

31/10 e 01/11 / 9h as 12h Arte de Palhaço
(Pinóquio)
Sítio Trindade
31/10 e 01/11 / 9h as 12h Acrobacia de Solo
(Lua Crescente)
Lagoa Encantada
31/10 e 01/11 / 9h as 12h Malabares
(Arricirco)


Fonte: Boletim Diário da Prefeitura do Recife

segunda-feira, 27 de outubro de 2008

Cinema de animação na tela do Rosa e Silva


O filme de animação - que se destacou no cinema com as produções da Disney e hoje, com a tecnologia cada vez mais acessível, é feito até em computadores caseiros - tem seu dia de rei nesta terça-feira (28). A partir das 19h30, mais de 150 cidades em todo o País participam, simultaneamente, do Dia Internacional da Animação.
No Recife, a sala 3 do Cine Rosa e Silva recebe a programação, que conta com 23 filmes do gênero, sendo 13 brasileiros e dez originários de países como Portugal, Polônia, Estados Unidos, Rússia e Coréia do Sul. Entre os selecionados pela Associação Brasileira de Cinema de Animação (ABCA), há curtas de temática infantil e adulta. Destaque para "O trambolho", do pernambucano André integrou a grade do AnimaMundi 2008 e recebeu o prêmio de Melhor Vídeo Pernambucano pelo Júri Popular no 1º Festival de Cinema de Triunfo.
Bom Jardim, no Agreste do Estado, também participa do evento com sala de exibição montada na Escola Dr. Mota Silveira. O acesso nas duas cidades é gratuito.


onfira a programação:
Mostra internacional:
O turno da noite

Sem dúvida amanhã

Jeden

Matopos

I will make a sign for you

Lift 1

Sugar, cream and spittle

Hug

One bite

Within reach

Mostra nacional

X coração

Atirei o pau no gato

Rua das Tulipas Balanço

Baloons

Primogênito complexo

Breathe - Respiro

Seu Lobo

Monkey joy

O trambolho

Tyger

Somos passageiros...

One


Fonte: JC Online

Programação dos cinemas municipais


O Cinema do Parque traz, a partir desta segunda-feira (27), dois ótimos filmes nacionais e um longa-metragem francês para agradar o público da cidade. O primeiro é o filme Era uma Vez, de Breno Silveira, que faz uma versão moderna de Romeu e Julieta ambientada no Rio de Janeiro. Na história, rapaz pobre do Morro do Cantagalo e uma jovem rica de Ipanema se apaixonam perdidamente. As sessões ocorrem de segunda (27) à quarta-feira (29), sempre às 14h. Censura 14 anos. O Cinema do Parque exibe, ainda, o filme Os Desafinados, de Walter Lima Jr., que narra a história de cinco amigos músicos que formam uma banda nos agitados anos de 1960, em meio ao conturbado processo político do Brasil, e partem para Nova York, com o sonho de tocar no Carnegie Hall. Lá, conhecem a filha de um brasileiro com uma americana, que se junta ao grupo. Começa a crescer aí o movimento Bossa Nova. Sessões na segunda (27) e terça-feira (28), às 16h10. Censura 12 anos. A novidade do Parque nesta semana fica por conta do longa-metragem francês A Última Amante, de Catherine Breillart, que tem no elenco a atriz e diretora italiana, Asia Argento. Nos bastidores da aristocracia francesa, segredos, intrigas e traições cercam o casamento entre um jovem libertino, Ryno de Marigny, e a honesta Hermangarde, garota de classe e refinamento. Apesar do verdadeiro amor entre os dois, a corte considera improvável que Ryno de Marigny conseguirá romper seu longo envolvimento passional com Vellini. As sessões ocorrem na segunda (27) e terça-feira (28), às 18h30 e 20h20. Já na quarta-feira (29), o filme será exibido às 16h10. Os ingressos custam R$ 1,00 (Preço único).No Cinema Apolo terá a estréia de Mamma Mia - O Filme, que é uma adaptação para às telas da popular montagem da Broadway sobre uma jovem que acaba de ficar noiva e decide encontrar o pai que nunca conheceu. Toda a história é narrada usando famosas canções do ABBA, grupo sueco de enorme sucesso nos anos de 1970. As sessões ocorrem de segunda (27) à quarta-feira (29), às 16h, 18h e 20h. Os ingressos custam R$ 4,00 e R$ 2,00 (meia).


Fonte: Boletim Diário da Prefeitura do Recife

quinta-feira, 23 de outubro de 2008

Agenda Cultural


Projeto Ecoando

Sexta 24/10

Local: Bar Catamaran (Recife)

Horário: 21h

Preço: R$ 15,00 (antecipado) e R$ 20,00 (Meia)

Atrações: Academia da Berlinda, Victor Camaroti e Banda Arquibancada, Faringes da Paixão e DJ Catarina Dee Jah.


Traga a Vasilha
Sexta 24/10
Local: Rua da Moeda (Recife Antigo-PE)
Horário: 23h
Preço: Grátis
Encontro de Maracatu na rua da moeda, Recife Antigo.

EL Mocambo
Sexta 24/10
Local: Burburinho (Rua Tomazina, Recife Antigo)
Horário: 22h
Preço: R$ 5,00
A banda EL Mocambo leva muito blues e rock and roll nesta sexta no Burburinho.

Estação Arte
Sexta 24/10
Local: Estação Central de Metrô do Recife
Horário: 17h
Preço: 1,30 ou Passe Fácil
O projeto Estação Arte traz a banda Abissal e os Caboclos, nesta sexta, na estação central do Recife.

Na Calçada
Sexta 24/10
Local: Toca da Joana (Rua Conselheiro Nabuco, Recife)
Horário: 20h
Preço: R$ 7,00
A banda Na Calçada anima a roda de samba desta sexta na Toca da Joana.

Festival Música Recife
Sexta 24/10
Local: Praça do Arsenal (Recife Antigo)
Horário: 20h
Preço: Grátis
Atrações: Malvados Azuis, A Comuna, The Dead Superstars, Mellotrons.

Quintal do Rossi
Sexta 24/10
Local: Quintal do Rossi (Rua 7 de setembro, Olinda)
Horário: 22h
Preço: Grátis
Sexta no Quintal do Rossi é dia de Hip Hop Clandestino com DJ Rossilove e MyChild.

Congresso de Cantadores do Nordeste
Sexta 24/10
Local: Pátio de São Pedro (Recife)
Horário: 20h
Preço: Grátis
O Pátio de São Pedro Recebe o Congresso de Cantadores do Nordeste.

Macaco Bong
Sexta 24/10
Local: Rua da Moeda (Em frente a Casa da Moeda, Recife Antigo)
Horário: 20h
Preço: Grátis
A banda Macaco Bong, de Cuiabá, faz mais uma apresentação na cidade nesta sexta.

Symphony X
Sexta 24/10
Local: Clube Português (Avenida Rosa e Silva, Graças, Recife)
Horário: 22h
Preço: R$ 40,00 (Inteira) e R$ 20,00 (Meia)
Pela primeira vez no Recfie, se apresenta a banda Symphony X, com o show do seu novo CD, o Paradise Lost.

Túnel do Tempo
Sexta 24/10
Local: Spirit Music Hall (Rua do Futuro, Aflitos, Recife)
Horário: 22h
Preço: R$ 25,00 (Homens) R$ 20,00 (Mulheres)
A banda Túnel do Tempo é a atração da Spirit desta sexta.

Sábado 25/10
Festival Música Recife

Sábado 25/10
Local: Praça do Arsenal (Recife Antigo)
Horário: 21h
Preço: Grátis
Atrações: Duque de Arake, Ultralev, Electrozion, Júlia Says.

Quintal do Rossi
Sábado 25/10
Local: Quintal do Rossi (Rua 7 de Setembro, Cidade Alta, Olinda)
Horário: 22h
Preço: Grátis
DJ RossiLove anima o Quintal ao som de Manguebeat NoStop com Radiolainvisível + Consórcio Antipop.

Toca da Joana Apresenta
Sábado 25/10
Local: Toca da Joana (Rua Conselheiro Nabuco, Casa Amarela, Recife)
Horário: 20h
Preço: R$ 7,00
Atrações: Mr. Ben e banda Caetano.

Congresso de Cantadores do Nordeste
Sábado 25/10
Local: Pátio de São Pedro (Recife)
Horário: 20h
Preço: Grátis
O Pátio de São Pedro Recebe o Congresso de Cantadores do Nordeste.

Quintal do Lima
Sábado 25/10
Local: Quintal do Lima (Rua do Lima, Recife)Horário: 22h
Preço: R$ 10,00
Atrações: Banda Estrógeno e DJ Elcy.

The Wink
Sábado 25/10
Local: UK Pub (Rua Francisco da Cunha, Boa Viagem)
Horário: 21h
Preço: R$ 20,00 (Homens) e R$ 15,00 (Mulheres)
Atrações: The Wink e DJ Salvador

Domingo 26/10

Festival Música Recife

Domingo 26/10
Local: Praça do Arsenal (Recife Antigo)
Horário: 19h
Preço: Grátis
Atrações: Ohm, Pé Preto, Backstages, Vamoz!

Quintal do Rossi
Domingo 26/10
Local: Quintal do Rossi (Rua 7 de setembro, Cidade Alta, Olinda)
Horário: 20h
Preço: Grátis
O DJ RossiLove apresenta o DubMingo, "Nem tudo foi Bob", Jamaicanos Dubs.

EL Mocambo apresenta
Domingo 26/10
Local: Downtown Pub (Recife Antigo)Horário: 20h
Preço: R$ 10,00
A banda EL Mocambo recebe Neilton (Devotos), Breno Lira (Treminhão), e Spok no projeto Domingo Descolados. A abertura fica por conta da Dodge Band.

Livraria Cultura apresenta
Domingo 26/10
Local: Livraria Cultura (Paço Alfândega, Recife Antigo)Horário: 17h
Preço: 1 kg de alimento não perecível
Neste domingo, a Uptown Band estará na Livraria Cultura pra um show. Pioneira da cena do blues em Pernambuco, a banda se destaca por ser a única do nordeste a ter tocado com praticamente todos os grandes nomes do blues nacional e com vários artistas do exterior.

O Jornal Cultural não se responsabiliza por qualquer alteração na programação.
Por: Tarcísio Camêlo
Foto: Lila Ribeiro.

A Roda no Quintal do Rossi


A banda A Roda é a atração desta quinta, 23 de outubro, no Quintal do Rossi, em Olinda, na Rua sete de setembro, Cidade Alta, a partir das 21h, e coloca o público pra dançar com suas canções cheias de suingue e originalidade.

Myspace:
A Roda

quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Curtas-metragens pernambucanos em mostra na Nox


A recente produção cinematográfica pernambucana, em especial a de curtas-metragens, ganha destaque nesta quinta-feira (23) na programação da Nox, em Boa Viagem. A partir das 21h, dezesseis curtas serão exibidos em cerca de uma hora e meia de duração, no lounge da boate.
A curadoria de Pedro Severien destaca vídeos conhecidos do público pernambucano - são assinados por videastas/cineastas em evidência e cujas obras rodaram festivais e mostras locais. Entre os escolhidos, três são produções de alunos do curso de cinema de animação das Faculdades Integradas Barros Melo (Aeso) - instituição que promove o evento. São eles: "Fumo" de Ugo Palermo; "Meu Auto-Retrato é um Saco", de Rafael Fernandes; e "Jesus Mode: ON", de Felipe Soares, George Brayner, Rafael Fernandes, Saulo Roberto e Ugo Palermo.
Na noite, também há espaço para exposição de imagens feitas por estudantes de fotografia da faculdade. A entrada para a mostra - que dá direito a permanência na boate - custa R$ 15 e R$ 7,50 (meia).
Confira os curtas da programação:
O mundo é uma cabeça - dir. Claudio Barroso e Bidu Queiroz
Recife de dentro pra fora - dir. Kátia Mesel
O homem da mata - dir. Antonio Carrilho
Solidão Pública - dir. Daniel Aragão
O velho, o mar e o lago - dir. Camilo Cavalcante
Carnaval Inesquecível - dir. Pedro Severien
Um Ponto no Tempo - dir. Pedro Severien
Resgate Cultural - dir. Jura (Telephone Colorido)
Vinil Verde - dir. Kleber Mendonça Filho
Eletrodoméstica - dir. Kleber Mendonça Filho
O Jumento Santo - dir. William Paiva e Leo D.
Voltage - dir. William Paiva e Felipe Lyra
Yan San - dir. Carlos Eduardo Nogueira
Fumo - dir. Ugo Palermo
Meu Auto-Retrato é um Saco - dir. Rafael Fernandes
Jesus Mode: ON - dir. Felipe Soares, George Brayner, Rafael Fernandes, Saulo Roberto e Ugo Palermo.


Fonte: JC Online

Programação dos Teatros Municipais


Os teatros municipais apresentam várias atrações para o público que freqüenta os cinco estabelecimentos de entretenimento do Recife, mantidos pela Prefeitura do Recife. Confira a programação de cada um deles nesta semana.


Teatro Hermilo Borba Filho - O projeto O Solo do Outro consiste na realização de projetos inéditos na área de criação coreográfica através de intérpretes com os quais os criadores ainda não tenham trabalhado. Assim, o Projeto vem desde 2002 revelando ao público a pesquisa coreográfica de criadores em dança, proporcionando condições profissionais de trabalho e divulgando suas produções, como espetáculo, numa programação devidamente elaborada para esse fim. Para a sétima edição, em 2008, O Solo do Outro selecionou dois coreógrafos com experiência: Cláudio Lacerda e Luiz Roberto, que escolheram suas intérpretes, Juliana Siqueira e Renata Muniz, em uma audição realizada no Teatro Apolo. “O Feminino e o Meu Olhar”, de Luiz Roberto Silva. Inspirado em mulheres com quem ele conviveu como a mãe, irmãs e amigas. Baseado em aspectos que nelas ele viu e que foram apropriados para a vida. “Deserto Aresta”, de Cláudio Lacerda, teve como ponto de partida a arquitetura desconstrutivista, o impacto visual e sensação de estranhamento e deslocamento que advém de suas obras. Nos dias 23 e 30 de outubro e 06 de novembro, quintas-feiras, às 20h. Os ingressos têm preço único por R$5,00.

Teatro Santa Isabel - Neste teatro acontece o 1º Encontro de Danças de Pernambuco, com a apresentação do espetáculo Tambores, às 20h, cuja produção é da Stúdio em Danças Alexandre Spain. Os ingressos custam R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia). Nesta quinta-feira (23), será a vez do grupo musical italiano Nidi D’Arac, com música popular italiana, que originou a tarantela. A tarantella (em idioma italiano) é uma dança popular e composição musical, em compasso binário composto, geralmente em modo menor, de caráter vivo, caracterizada pela troca rápida de casais (diz-se que dançar a tarantella a sós traz má sorte). Os ingressos estão por R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia).

Teatro Apolo - O que passa pela mente de uma pessoa que durante toda sua existência sente que a qualquer momento poderá ser vítima do racismo? Esse questionamento é o ponto de partida para “Silêncio”, espetáculo teatral com a Cia dos Comuns, sob direção de Hilton Cobra. Silêncio é um espetáculo com uma linguagem inspirada no surrealismo, que se traduz em uma peça de dança e música com interseções teatrais. Silêncio não é efetivado sobre a égide de uma estrutura linear. Transita no universo da loucura regido por uma estrutura fragmentária, a exemplo da nossa mente inconsciente, que guarda os mais inconfessos silêncios. Silêncio é o quarto espetáculo do repertório da Cia dos Comuns, responsável pela encenação de A Roda do Mundo (2001), Candaces - A reconstrução do fogo (2003) e Bakulo - Os bem lembrados (2005). Com Candaces, a Cia dos Comuns recebeu o Prêmio Shell de Teatro - categoria música, sendo este espetáculo considerado um dos dez melhores do ano pela crítica teatral. A Cia dos Comuns é patrocinada pela Petrobrás. Em cartaz neste sábado (25) e domingo (26), às 20h, aos preços de R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia).

Teatro Barreto Júnior - Já no Barreto Júnior ocorre a estréia do espetáculo “Oxente” nesta quinta-feira (23), às 20h. A peça traz quadros cômicos baseados em realidades do interior de Pernambuco, que remetem à libido, sexualidade e outros assuntos afins. A produção é do diretor, jornalista, ator e produtor teatral Manoel Constantino e vai ficar em cartaz até o dia 14 de novembro. Os ingressos custam R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia).

Teatro do Parque – Chega ao Parque as intimidades das pessoas, que é revelada com muito humor, intitulado “Intimidades sem Censura”. O famoso comediante baiano Renato Piaba fará apresentações na Bahia e resto do Brasil desvendando com muito humor todos os mitos e curiosidades da intimidade da relação a dois em “Intimidades sem Censura”.O comediante apresenta com grande alegria e descontração toda sorte de histórias engraçadas que vez ou outra nos remete a situações que já vivenciamos ou presenciamos. Renato inova com o seu repertório de piadas atualizadas através de pesquisas feitas na internet e informações que troca com seu público e amigos através da rede.Não bastando isso, há interação através da mídia eletrônica com Bell Marques (Chiclete com Banana), Fernando Guerreiro (renomado diretor de teatro) e outros que fazem perguntas curiosas sobre a intimidade das pessoas que são respondidas com muita perspicácia pelo comediante. A peça conta, ainda, com um elemento surpresa (quem vem sido muito bem aceita) onde Renato desenvolve uma interação mais intensa com a platéia.O elogiado espetáculo vem recheado de entrevistas, declarações, fofocas, testemunhos, histórias e causos que fazem o público delirar e estremecer de tanto rir. O espetáculo estará disponível ao público neste sábado (25) e domingo (26), às 20h, aos preços de R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia).
Fonte: Boletim Diário da prefeitura do Recife

segunda-feira, 20 de outubro de 2008

Programação dos cinemas municipais


Nesta semana, o Cinema do Parque oferece três ótimas opções de filmes nacionais para agradar o público da cidade. O primeiro é o longa-metragem Era uma Vez, de Breno Silveira, que faz uma versão moderna de Romeu e Julieta ambientada no Rio de Janeiro. Na história, rapaz pobre do Morro do Cantagalo e uma jovem rica de Ipanema se apaixonam perdidamente. As sessões ocorrem de segunda (20) a quarta-feira (22), sempre às 15h. Censura 14 anos. Já o longa Estômago, de Marcos Jorge, mostra a história de Raimundo Nonato, que descobriu na cozinha um caminho à parte para a vida. É nas cozinhas de um boteco, de um restaurante italiano e de uma prisão que Nonato vive sua intrigante história. Ele aprende as regras da sociedade dos que devoram ou são devorados. As sessões ocorrem de segunda (20) a quarta-feira (22), sempre às 17h15. Censura 16 anos.
A novidade da semana fica por conta do filme Os Desafinados, de Walter Lima Jr., que narra a história de cinco amigos músicos que formam uma banda nos agitados anos de 1960, em meio ao conturbado processo político do Brasil, e partem para Nova York, com o sonho de tocar no Carnegie Hall. Lá, conhecem a filha de um brasileiro com uma americana, que se junta ao grupo. Começa a crescer aí o movimento Bossa Nova. Sessões de segunda (20) à quarta-feira (22), sempre às 19h30. Censura 12 anos. Os ingressos custam R$ 1,00 (Preço único).
Já o Cinema Apolo exibe nesta semana o ótimo filme francês A Última Amante, de Catherine Breillart, que tem no elenco a atriz e diretora italiana, Asia Argento. Nos bastidores da aristocracia francesa, segredos, intrigas e traições cercam o casamento entre um jovem libertino, Ryno de Marigny, e a honesta Hermangarde, garota de classe e refinamento. Apesar do verdadeiro amor entre os dois, a corte considera improvável que Ryno de Marigny conseguirá romper seu longo envolvimento passional com Vellini. As sessões ocorrem de segunda (20) à quarta-feira (22), às 16h, 18h e 20h. Ingressos custam R$ 4,00 e R$ 2,00 (meia).


Fonte: Boletim Diário da Prefeitura do Recife

sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Teatros municipais divulgam programação deste fim de semana


Quem for aos teatros municipais neste final de semana encontrará uma programação bastante diversificada. O público que freqüenta as casas de espetáculo da cidade terá opções que consistem do Festival Internacional de Dança do Recife, passando por peças de humor e infantis. Confira as opções que cada teatro terá:
Barreto Júnior - A segunda semana em cartaz de “Outra Vez, Era uma Vez”, pretende divertir o público de todas as idades. Na trama, uma divertida viagem repleta de imaginação e poesia, com texto premiado em 2º lugar no prêmio FUNARTE de dramaturgia. Direção de André Filho. Neste sábado (18) e domingo (19), às 16h30. Os ingressos custam R$ 12,00 (inteira) e R$ 6,00 (meia).
Já na oitava semana em cartaz, “Anjos de Fogo e Gelo”, conta a história de amor vivida por dois grandes poetas que viveram no século XIX: Paul Marie Verlaine e Arthur Rimbaud. A peça mostra as dificuldades oriundas desse relacionamento, a repercussão na sociedade francesa, as aventuras de Rimbaud na África, além de ressaltar a influência da obra dos dois artistas para a poesia moderna. O texto é de Moisés Neto e a direção de José Francisco Filho. Neste sábado (18) e domingo (19), às 20h. Os ingressos custam R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia).
Parque - A sexta-feira (17) será aberta com o Projeto Intervalos. A programação acontece no jardim do teatro, a partir das 18h, e traz como atração Dinho Andrade e banda, com sua musicalidade regional. No sábado (18) a opção vespertina é o espetáculo “Rei do Lixo”, às 16h30. À noite, às 20h, mais comédia. Desta vez o público poderá conferir “Alexotan: O seu Remédio para o Mau Humor”.
No domingo (19) a programação começa logo cedo, às 10h, e será voltada ao público infantil. O musical Hipopocaré, o Rei da Galhofa, de Antônio Guinho, tem a produção do Palhaço Chocolate, e mostra a importância da preservação do planeta num hino de amor à alegria, harmonia e respeito às diferenças. Depois, às 16h30, o público adulto pode se deliciar com o “Rei do Lixo”.
Santa Isabel - Inspirado no universo dos palhaços do início do século XX e do cinema mudo, “Um Conto Idiota” é um espetáculo onde a simplicidade dos gestos, das ações e dos sentimentos são abordados de forma minimalista. A direção geral do espetáculo é de Jorge Garcia. Recomendado para maiores de 16 anos. Corpos presentes, atentos, vivos, atuantes. Artistas que criam, trocam, se envolvem e se misturam com as próprias criações. Bailarinos que atuam, que são personagens, que vêem e são vistos sem a intenção de querer, apenas ser. Bocas que se abrem e não cerram os olhos.
Apolo Hermilo - Sexta-feira (17), às 21h, Espetáculo “Imagens Não Explodidas” (PE, 40min), no Teatro Apolo, 22h, e Espetáculo Still (RJ, 60min), no Teatro Hermilo Borba Filho. Em Still, a companhia partiu da correlação entre o pensamento musical e o coreográfico, buscando pontos que possam convergir ou divergir na concepção de um espetáculo de dança, investigando como os conceitos e aplicações musicais podem estar direta ou indiretamente relacionados aos conceitos e aplicações coreográficas, no momento da sua criação ou de uma possível tradução entre essas linguagens.
“Imagens Não Explodidas” vem, também, aplicar os conhecimentos construídos durante a Pesquisa Prática Pele e Ossos, realizada através do Prêmio Funarte de Dança Klauss Vianna em que, durante seis meses de leituras, aulas de dança, anatomia e filosofia, buscou compreender as técnicas contemporâneas de dança que focam nos ossos e articulações como constituintes básicos e geradores do movimento, pensando sempre na sua aplicação pedagógica e artística. O espetáculo recebeu o Prêmio de Fomento às Artes Cênicas da Prefeitura do Recife e conta com o apoio do Centro de Formação e Pesquisa das Artes Cênicas Apolo-Hermilo.
Já no sábado (18), às 20h, é a vez do espetáculo “O Solo do Outro – Feminino e o meu Olhar” (PE, 40min). Inspirado em mulheres com quem o autor conviveu com a sua mãe, irmãs e amigas. Baseado em aspectos que nelas ele viu e de que se apropriou para a vida. Do diretor, coreógrafo e ensaiador Luiz Roberto da Silva. Bailarina e assistente de coreografia: Renata Muniz.


Fonte: Boletim Diário da Prefeitura do Recife

quinta-feira, 16 de outubro de 2008

Agenda Cultural


Mundo Livre S/A no Marco Zero
Sexta 17/10
Local: Marco Zero (Recife Antigo)
Horário: 19h
Preço: Grátis
Na próxima sexta-feira (17), o Marco Zero será palco de uma competição inédita de “freestyle”, onde artistas da bola de todo o país se enfrentarão em duelos envolvendo ginga, estilo e habilidade em performances acrobáticas de encher os olhos ao som do Hip Hop. O Red Bull Stret Style tem início às 19 horas e a banda Mundo Livre S/A introduz o campeonato com o melhor do repertório de seu novo álbum Combat Samba. O conjunto voltará ao palco entre as batalhas de futebol estilo-livre, apresentadas por Roger de Renor, e encerrará o evento após a entrega do prêmio ao campeão.

Traga a Vasilha
Sexta 17/10
Local: Rua da Moeda (Recife Antigo-PE)
Horário: 23h
Preço: Grátis
Encontro de Maracatu na rua da moeda, Recife Antigo.

EL Mocambo
Sexta 17/10
Local: Burburinho (Rua Tomazina, Recife Antigo)
Horário: 22h
Preço: R$ 5,00
A banda EL Mocambo leva muito blues e rock and roll nesta sexta no Burburinho.

Del Rey
Sexta 17/10
Local: Em frente ao SESC Santa Rita (Cais de Santa Rita)
Horário: 19h
Preço: Grátis
Atrações: Orquestra Lurdinha Nóbrega.

Estação Arte
Sexta 17/10
Local: Estação Central de Metrô do Recife
Horário: 17h
Preço: 1,30 ou Passe Fácil
O projeto Estação Arte traz a banda Mingau de Cachorro, nesta sexta, na estação central do Recife.

Na Calçada
Sexta 17/10
Local: Toca da Joana (Rua Conselheiro Nabuco, Recife)
Horário: 20h
Preço: R$ 7,00
A banda Na Calçada anima a roda de samba desta sexta na Toca da Joana.

Festival Música Recife
Sexta 17/10
Local: Praça do Arsenal (Recife Antigo)
Horário: 20h
Preço: Grátis
Atrações: Erro de Transmissão, Nose Tail, Sweet Fanny Adams e Profterolis.

Quintal do Rossi
Sexta 17/10
Local: Quintal do Rossi (Rua 7 de setembro, Olinda)
Horário: 22h
Preço: Grátis
Sexta no Quintal do Rossi é dia de Hip Hop Clandestino com DJ Rossilove e MyChild.

Dançando no Pátio
Sexta 17/10
Local: Pátio de São Pedro (Recife)
Horário: 20h
Preço: Grátis
Orquestra do Maestro Lima Neto é a atração do projeto Dançando no Pátio desta sexta no Pátio de São Pedro.

Adriana Calcanhoto
Sexta 17/10
Local: Teatro da UFPE (Campus Universitário)
Horário: 21h
Preço: R$ 40,00 (Meia) e R$80,00 (Inteira)
A cantora volta ao Recife, agora com o show Maré. A apresentação será no Teatro da Universidade Federal de Pernambuco.
Sábado 18/10

Trio Pouca Chinfra e Insula no Sábado Mangue
Sábado 18/10
Local: Pátio de São Pedro (Recife)
Horário: 21h
Preço: Grátis
Atrações: Trio Pouca Chinfra e a Cozinha e a banda Insula.

Festival Música Recife
Sábado 18/10
Local: Praça do Arsenal (Recife Antigo)
Horário: 21h
Preço: Grátis
Atrações: Rhudia, Os Insites, Amp e Pocilga Deluxe.


Quintal do Rossi
Sábado 18/10
Local: Quintal do Rossi (Rua 7 de Setembro, Cidade Alta, Olinda)
Horário: 22h
Preço: Grátis
DJ RossiLove anima o Quintal ao som de Manguebeat NoStop com Radiolainvisível + Consórcio Antipop.

Oktoberfest
Sábado 18/10
Local: Clube do Alemão (Estrada do Encanamento, 216, Parnamirim)
Horário: 16h
Preço: R$ 10,00 (Sócio) e R$ 15,00 (Não sócio)
A tradicional Oktoberfest do Clube do Alemão vai para mais uma edição neste sábado. A banda Madeira Delay é uma das atrações da festa.

Quintal do Lumo II
Sábado 18/10
Local: Quintal do Lima (Rua do Lima)
Horário: 22h
Preço: R$ 8,00
Atrações: Macaco Bong (MT), Calistoga (RN), A Comuna (PE)

Portal do Rock na Livraria Cultura
Sábado 18/10
Local: Livraria Cultura (Paço Alfândega, Recife Antigo)
Horário: 19h
Preço: 1 kg de alimento não perecível
Neste sábado, a Portal do Rock estará na Livraria Cultura para um show. Criada em março de 2002, por quatro amigos apreciadores do rock em suas diversas nuances, tendências e épocas, a banda tem como objetivo fazer um rock abrangente, que vai do blues ao hard rock, passando pelo pop e pelo rock progressivo, com destaques para Pink Floyd, Deep Purple, Porcupine Tree, Beatles, Eric Clapton, Jimmi Hendrix e Peter Frampton, entre outros.

Toca da Joana Apresenta
Sábado 18/10
Local: Toca da Joana (Rua Conselheiro Nabuco, Casa Amarela, Recife)
Horário: 20h
Preço: R$ 7,00
Atrações: Mr. Ben e banda Caetano.

Domingo 19/10

Festival Música Recife
Domingo 19/10
Local: Praça do Arsenal (Recife Antigo)
Horário: 19h
Preço: Grátis
Atrações: The Livery’s, Martinez, A Banda de Joseph Tourton e Chambaril.

Quintal do Rossi
Domingo 19/10
Local: Quintal do Rossi (Rua 7 de setembro, Cidade Alta, Olinda)
Horário: 20h
Preço: Grátis
O DJ RossiLove apresenta o DubMingo, "Nem tudo foi Bob", Jamaicanos Dubs.

EL Mocambo apresenta
Domingo 19/10
Local: Downtown Pub (Recife Antigo)Horário: 20h
Preço: R$ 10,00
A banda EL Mocambo recebe Fred Andrade (guitarrista), Victor Araújo (piano), Marcelo Pompi (Carfax) no projeto Domingo Descolados. A abertura fica por conta da banda Som de Válvula.

Livraria Cultura apresenta
Domingo 19/10
Local: Livraria Cultura (Paço Alfândega, Recife Antigo)Horário: 17h
Preço: 1 kg de alimento não perecível
Neste domingo, os músicos Ricardo Chacon e Piero Bianchi estarão na Livraria Cultura para um show do CD ‘Terra papagali coffee shop’. Assim como a sonoridade de nossas aves mais características, o álbum propaga o essencial de nossa pluralidade cultural e de nossas origens, convertidas em música brasileira da melhor qualidade.

O Jornal Cultural não se responsabiliza por qualquer alteração na programação.
Por: Tarcísio Camêlo

Foto: Marília Ribeiro.

quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Programação de final de semana do Pátio de São Pedro

O Pátio de São Pedro, tradicional pólo da cultura pernambucana, tem uma programação especial, a partir desta quinta-feira (16). Patrícia Cruz comemora os oito anos de carreira em um show pé-de-serra, com diversos convidados que prometem movimentar o público, às 20h.Na sexta-feira (17), é a vez do Dançando no Pátio, com a Orquestra do Maestro Lima Neto. No show, que tem início às 20h, os músicos apresentarão um eclético repertório, que vai desde os clássicos americanos das big bands, passando pelos grandes sucessos dos anos 60 e 70, até o tradicional forró pé-de-serra. O Sábado Mangue, que dá espaço para a divulgação das bandas locais, recebe a partir das 21h, Romero Pernambuco. Em seguida, o show é do Grupo Ínsula, que trabalha com releituras de composições dos anos 60 e 70, com incursões pelo samba, baião, jazz e valsa, transpondo as fronteiras musicais.O Trio Pouca Chinfra e a Cozinha encerra a noite de shows com uma grande roda de samba, a partir das 23h. Os jovens músicos apresentando canções do seu primeiro cd homônimo, além de releituras de Adoniran Barbosa, Geraldo Pereira e Nelson Cavaquinho.No domingo (19), às 16h, haverá o lançamento da coletânea Conexão Reggae, com shows no Pátio de São Pedro das bandas Gabriel Rasta & Os Ancestrais, Álipe Roots, La Petra, KZF, Jerivá e Estado Civil.A compilação do reggae recifense reúne músicas de 24 das 36 atrações que passaram pelo projeto. O CD duplo, com tiragem de 1.000 cópias, traz desde o reggae roots de pioneiros do cenário local como Ívano, Bantus Reggae e Saulo Douglas (autor do que é considerado o primeiro reggae brasileiro, Vento Norte), até os grupos mais recentes, com suas misturas de ritmos, que envolvem dub, ska e ritmos afro-brasileiros nas vozes de bandas como Jerivá, Coração Di Nêgu e Libertária.

Fonte: Boletim Diário da Prefeitura do Recife

terça-feira, 14 de outubro de 2008

Projeto Ecoando: música + meio ambiente


O Projeto Ecoando visa unir música e meio ambiente, difundindo formas de consumo responsável, reciclagem e reflorestamento, num ambiente jovem e interativo. A nossa proposta é de causar mudanças na atitude da sociedade em relação ao meio ambiente. O Projeto Ecoando quer mostrar que podemos ter uma consciência ambiental livre de radicalismos e com muita diversão, com nossos parceiros tentaremos mostrar que é fácil ter um mundo saudável, de águas limpas e lixo reutilizado apenas adquirindo pequenos hábitos.
A iniciativa partiu dos seus organizadores: Adryana Thyara, Leonardo Rodrigues e Taynara Marcelino que passaram a querer agregar valores às suas produções. A execução desse Projeto está por conta dos seus organizadores e conta com o apoio de diversos técnicos e profissionais.

O lixo produzido no local deverá ser depositado em locais apropriados, e o público será informado e instruído para agir de maneira adequada. A organização dessa etapa conta com o apoio da Lixiki, que se compromete a reciclar o lixo do local.

A Prefeitura do Recife também apóia o projeto, e disponibilizará, junto à sementeira do Recife, mudas de plantas nativas da Mata Atlântica, para a distribuição durante o evento. A organização compromete-se a distribuir o máximo da quantia ofertada.
Em sua 1º edição, o Projeto Ecoando traz ao palco duas grandes bandas bastante conhecidas do público recifense: Academia da Berlinda e Victor Camarote & Banda Arquibancada, a atração de abertura será a nova banda Faringes da Paixão. E para completar a DJ Catarina Dee Jah promete botar um som para ninguém ficar parado durante os intervalos.Quando: 24 de Outubro 21hOnde: Bar CatamaranQuanto: R$ 15,00 antecipado. R$ 20,00 na hora.O que mesmo? Projeto Ecoando apresenta ACADEMIA DA BERLINDA, VICTOR CAMAROTE e DJ CATARINA DEE JAH. informações: (81) 9216 2820 (81) 9205 8444 ou no site http://www.projetoecoando.com.br/

Adiatando um pouco da Agenda Cultural do final de semana


A pedidos de um dos leitores do blog, resolvi escrever um texto adiantando o que vai rolar neste fim de semana para o público já ir se preparando.
No Marco Zero, acontece o Red Bull Street Style, que traz a banda Mundo Livre S/A e os Djs Magia Negra (DaMata e Justino Passos). O evento começa às 22 horas e é grátis.
Del Rey, projeto paralelo de China e alguns integrantes do Mombojó tocando sucessos de Roberto Carlos, faz apresentação nesta sexta em frente ao Sesc Santa Rita; a festa conta com a abertura da Orquestra Lurdinha Nóbrega e será em homenagem aos comerciários, o show é de graça e começa a partir das 19h.
O Festival Música Recife, que acontece na praça do Arsenal e vai até até o dia 26 de Outubro, traz nesta sexta as bandas Erro de Transmissão, Nose Tail,Sweet Fanny Adams e Profiterolis; no sábado, se apresentam Rhudia, Os Insites, AMP, Pocilga Deluxe; já no domingo, as apresentações ficam por conta das bandas The Livery’s, Martinez, A banda de Joseph Tourton e Chambaril . O evento começa a partir das 20 horas, com Exceção do domingo, que começa às 17h, e é de graça.
O projeto Dançando no Pátio, que acontece todas as sextas no Pátio de São Pedro, recebe a Orquestra do Maestro Lima Neto, a partir das 20h com acesso livre. Já no Sábado, o projeto Sábado Mangue traz as banda Ínsula e Trio Pouca Chinfra e a Cozinha, às 22 horas e com entrada gratuita.

O Jornal Cultural não se responsabiliza por qualquer alteração nos eventos.


Por: Tarcísio Camêlo.

sexta-feira, 10 de outubro de 2008

Noticias sobre o audiovisual


Fundarpe e PCR lançam edital de concurso de roteiros para curtas-metragens.


Na primeira metade do Século 20, Ary Severo e Firmo Neto fizeram parte do grupo de cineastas pernambucanos pioneiros na valorização de temas regionais na produção audiovisual. Se naquela época, fazer cinema noBrasil e, sobretudo, em Pernambuco era um desafio, hoje as esferas estadual e municipal se unem para incentivar a produção local e dar a ela mais visibilidade. Dessa forma, a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe) e a Prefeitura da Cidade do Recife lançaram na última quinta-feira (9) o Edital do 10º Concurso de Roteiros Ary Severo/Firmo Neto.O concurso selecionará três roteiros de curtas-metragens pernambucanos,com duração de 15 minutos cada um, para recebimento de um incentivo de R$80 mil para a realização de projetos até o próximo ano. Só é permitida a inscrição de um roteiro por proponente. As propostas deverão ser entregues entre os dias 24 e 26 de novembro, na Gerência de Multimeios do Teatro doParque, localizado na Rua do Hospício, 81, Boa Vista, ou via Sedex, compostagem dirigida à Sede da Fundarpe até o último dia das inscrições. O regulamento e os formulários estarão disponíveis nos sites da Fundarpe eda Prefeitura do Recife, a partir do lançamento do edital. Os candidatos poderão se inscrever como pessoa física ou pessoa jurídica,vinculados a Organizações Não-Governamentais ou empresas produtoras comsede comprovada em Pernambuco. As pessoas físicas deverão ser residentesno estado há pelo menos dois anos. A novidade deste ano é que ofinanciamento sairá como patrocínio, ao invés de premiação, o que desobriga o desconto do imposto de renda por parte dos contemplados. A comissão julgadora será constituída por cinco membros – dois pernambucanos e três de outros Estados – que nunca julgaram o prêmio. A lista com os vencedores será publicada até o dia 13 de dezembro, no Diário Oficial.O concurso existe desde 99, com a junção do Prêmio Ary Severo, oferecido pela Fundarpe, e o Firmo Neto, oferecido pela PCR. Até hoje, o concurso já distribuiu R$1.020.000 para o incentivo da produção local. Entre os 23 filmes pernambucanos premiados, muitos alcançaram reconhecimento nacional e internacional, como o filme O Muro, de Bruno Bezerra, premiado no Regard Neuf, do Festival de Cannes de 2007, e Até o Sol Raiá, de Fernando Queiroz, que recebeu o prêmio especial do júri do Cine PE 2008, além de ser escolhido o melhor curta-metragem brasileiro no Anima Mundi 2007.


10º Festival de Vídeo de Pernambuco

Edital e regulamento disponíveis nos sites da Fundarpe e da Prefeitura do Recife.


Canne publica I Edital de Fomento ao Audiovisual


O Centro do Audiovisual do Norte e Nordeste (CANNE) publicou o I EDITAL DE FOMENTO À PRODUÇÃO AUDIOVISUAL INDEPENDENTE DO NORTE-NORDESTE, que tem como objetivo concederapoio técnico para a co-produção de obras audiovisuais independentes einéditas de curtas e longas-metragens, através da cessão dosequipamentos audiovisuais de filmagem e edição. Deverão ser selecionados, neste Edital, no mínimo sete curtas-metragens e um longa-metragem, a serem realizados com equipamento de 35mm; no mínimo sete curtas-metragens e um longa-metragem, a serem realizados com equipamento digital; e no mínimo dois projetos de curta metragem e um de longa metragem, para utilização da ilha de edição não linear.Todos os projetos deverão ser realizados no período de fevereiro a julho de 2009. 0O CANNE cederá apoio técnico e os seguintes equipamentos: uma Câmera cinematográfica de 35mm - Aaton III; uma Câmera de vídeo digital Sony HVR Z1; e uma Ilha de edição digital HD com plataforma Final Cut.


Informações e inscrições:Centro Audiovisual do Norte e Nordeste (CANNE)Endereço eletrônico: canne@fundaj.gov.brFone:(81) 3073.6720/6724

Endereço postal:Fundação Joaquim Nabuco - Campus Derby

Diretoria de Cultura - CANNE

Rua Henrique Dias, 609, Derby. Recife-PE. CEP: 52.010-100

quinta-feira, 9 de outubro de 2008

Agenda Cultural


Traga a Vasilha
Sexta 10/10
Local: Rua da Moeda (Recife Antigo-PE)
Horário: 23h
Preço: Grátis
Encontro de Maracatu na rua da moeda, Recife Antigo.

EL Mocambo
Sexta 10/10
Local: Burburinho (Rua Tomazina, Recife Antigo)
Horário: 22h
Preço: R$ 5,00
A banda EL Mocambo leva muito blues e rock and roll nesta sexta no Burburinho.

Estação Arte
Sexta 10/10
Local: Estação Central de Metrô do Recife
Horário: 17h
Preço: 1,30 ou Passe Fácil
O projeto Estação Arte traz a Saga Nordestina, nesta sexta, na estação central do Recife.

Sagrama
Sexta 10/10
Local: Faculdade Aeso (Olinda)
Horário: 11h
Preço: Grátis
O grupo SaGrama é a atração do concerto-aula Fonograma Ao Vivo, evento promovido pelo curso de Produção Fonográfica da Aeso. Além de apresentar músicas próprias, a banda participa de um debate com um público explicando o processo de composição de suas músicas.

Na Calçada
Sexta 10/10
Local: Toca da Joana (Rua Conselheiro Nabuco, Recife)
Horário: 20h
Preço: R$ 7,00
A banda Na Calçada anima a roda de samba desta sexta na Toca da Joana.

Festival Música Recife
Sexta 10/10
Local: Praça do Arsenal (Recife Antigo)
Horário: 20h
Preço: Grátis
Atrações: Canivetes, Bande Ciné, Zé Povinho e Zé Pilintra.

Consultório Bar apresenta
Sexta 10/10
Local: Consultório Bar (Olinda)
Horário: 22h
Preço: R$ 5,00 (Mulheres free até 00h)
Atrações: Circo Vivant e Madame Raposa.

Sábado 11/10

Noite dos Tributos

Sábado 11/10
Local: Downtown Pub (Recife Antigo)
Horário: 22h
Preço: Não divulgado
A Downtown Pub apresenta neste sábado (11) a noite dos tributos, e traz EL Mocambo tocando clássicos dos Rolling Stones e a banda Dom Quixote executando os sucessos dos Engenheiros do Hawaii.

Frevoteca
Sábado 11/10
Local: Tapiocaria (Rua de São bento, Olinda)
Horário: 21h
Preço: R$ 10,00 (Antecipado no bar da Pitombeira)
O projeto Frevoteca entra em cena neste sábado na tapiocaria, em Olinda (Rua de são Bento), e apresenta as bandas Profanafrevo e Victor Camarote e Banda Arquibancada, o DJ 440, o artista plástico Zé Som e ainda conta com uma mostra cultural para animar a noite olindense.

Festival Música Recife
Sábado 11/10
Local: Praça do Arsenal (Recife Antigo)
Horário: 21h
Preço: Grátis
Atrações: Comunidade Azougue, Nuda, Suburbanos, Playboys.

Romero Pernambuco
Sábado 11/10
Local: Livraria Cultura (Paço Alfândega, Recife Antigo)
Horário: 19h
Preço: 1 kg de alimento não perecível
Neste sábado, a Livraria Cultura recebe Romero Pernambuco para um show que reúne canções do seu CD, além de releituras de músicas de artistas como Lenine, Chico César, Chico Buarque e Alceu Valença.

Quintal do Rossi
Sábado 11/10
Local: Quintal do Rossi (Rua 7 de Setembro, Cidade Alta, Olinda)
Horário: 22h
Preço: Grátis
DJ RossiLove anima o Quintal ao som de Manguebeat NoStop com Radiolainvisível + Consórcio Antipop.

Del Rey
Sábado 11/10
Local: Spirit Music Hall (Rua do Futuro, Aflitos, Recife)
Horário: 22h
Preço: R$ 25,00 (Homens) e R$ 20,00 (Mulheres)
A banda Del Rey toca sucessos do rei Roberto Carlos, neste sábado, na spirit.

Faringes da Paixão no Quintal do Lima
Sábado 11/10
Local: Quintal do Lima (Rua do Lima, Recife)
Horário: 22h
Preço: R$ 5,00
Atrações: Faringes da Paixão e Valentino and The Pussy Lovers

Toca da Joana Apresenta
Sábado 11/10
Local: Toca da Joana (Rua Conselheiro Nabuco, Casa Amarela, Recife)
Horário: 20h
Preço: R$ 7,00
Atrações: Mr. Ben e banda Caetano.

Domingo 12/10

Beto Kaiser Livraria Cultura
Domingo 12/10
Local: Livraria Cultura (Paço Alfândega, Recife Antigo)
Horário: 18h
Preço: 1 kg de alimento não perecível
Neste domingo, o guitarrista Beto Kaiser estará na Livraria Cultura para um show. Em abril de 2004, o artista lançou seu CD ‘Mensageiro do vento’, consolidando seu trabalho no cenário da música instrumental do Recife, com uma obra autoral calcada em rock, blues e baladas.

Festival Música Recife
Domingo 12/10
Local: Praça do Arsenal (Recife Antigo)
Horário: 19h
Preço: Grátis
Atrações: Antiquarta, Relles, Asteróide B-612, The Keith.

El Mocambo no Domingos Descolados
Domingo 12/10
Local: Downtown Pub (Recife Antigo)
Horário: 20h
Preço: R$ 10,00
O projeto Domingos Descolados, comandado pela El Mocambo, recebe neste domingo o trompetista Marquinhos Aranha e Bruno Souto, Vocalista e Guitarrista da banda Volver.
Quintal do Rossi
Domingo 12/10
Local: Quintal do Rossi (Rua 7 de setembro, Cidade Alta, Olinda)
Horário: 20h
Preço: Grátis
O DJ RossiLove apresenta o DubMingo, “Nem tudo foi Bob”, Jamaicanos Dubs.

O Jornal Cultural não se responsabiliza por qualquer alteração na nos eventos.
Por: Tarcísio Camêlo.

Foto: Lila Ribeiro.

Noite dos Tributos


A Downtown Pub apresenta neste sábado (11) a noite dos tributos, e traz EL Mocambo tocando clássicos dos Rolling Stones e a banda Dom Quixote executando os sucessos dos Engenheiros do Hawaii.

Noite dos tributos
Sábado 11/09
Local: Downtown Pub (Recife Antigo)
Horário: 22h

Lançamento da coletânea Arrecifes de Cordel


Nesta quinta-feira (09), o Porto das Letras lançará a coletânea Arrecifes de Cordel. O evento acontece às 17h, na sede do Porto, localizada na avenida Rio Branco, nº 76 A, no Bairro do Recife. Na ocasião o poeta Marcelo Mário de Melo vai falar sobre o cordel e o engajamento social.O Porto das Letras é mais um espaço literário oferecido ao Recife pela Fundação de Cultura por meio de sua Gerência Operacional de Literatura e Editoração (Gole), organizadora do Festival de Literatura A Letra e a Voz. O Porto funciona como um local disponível à convivência entre escritores, poetas e público leitor.
Serviço: Lançamento da coletânea Arrecifes de Cordel. Movimentos sociais Vol.1. Autores - Allan Sales, Altair Leal, Dionísio de Souza, Felipe Júnior, José Honório, Marcelo Mário de Melo, Marcelo Soares, Mariane Bigio, Paulo Moura e Suzana Morais; e ainda uma roda de conversa com Marcelo Mário de Melo.
Local – Avenida Rio Branco, 76 A, no Bairro do Recife
Quinta-feira (09), às 17 horas
Telefone – 81.3232-2898.
Fonte: Diário Oficial da prefeitura do Recife

quarta-feira, 8 de outubro de 2008

Frevoteca


O projeto Frevoteca entra em cena neste sábado na tapiocaria, em Olinda (Rua de são Bento), e apresenta as bandas Profanafrevo e Victor Camarote e Banda Arquibancada, o DJ 440, o artista plástico Zé Som e ainda conta com uma mostra cultural para animar a noite olindense.


Frevoteca
Sábado 11/10
Local: Tapiocaria (Olinda, Rua de São Bento)
Horário: 21h
Preço: R$ 10,00 (Antecipado no bar da Pitombeira)

13o Festival Internacional de Dança do Recife começa amanhã


A Prefeitura do Recife abre, oficialmente, nesta quinta-feira (09), a 13ª edição do Festival Internacional de Dança do Recife, que acontece até o dia 19 de outubro. A cerimônia de abertura acontecerá às 20h, no Teatro de Santa Isabel, quando a bailarina e professora Betsy Gatis, prestes a completar 89 anos, receberá a merecida homenagem pelo pioneirismo no ensino da dança em Pernambuco. Logo depois, é a vez da esperada performance Quinteto, o mais novo espetáculo da companhia carioca Staccato Dança Contemporânea, dirigido pelo coreógrafo Paulo Caldas. O objeto deste espetáculo do Staccato (RJ) é o corpo: suas velocidades, lentidões, detenções e deformações. É o corpo em movimento, sua dramaturgia, que produz os vetores do espaço, as tensões no tempo e a arquitetura da cena. Construído como um roteiro tecido, sobretudo por solos e duos, este Quinteto integra em si partituras coreográficas quase separáveis como peças autônomas e nascidas de uma mesma base de pesquisa corporal.A programação desta quinta-feira inclui, ainda, a abertura do 7º Encontro Regional da Rede Sul-americana de Dança (RSD), às 17h30, nas dependências da Fundação Joaquim Nabuco, no Derby. O encontro, até 13 de outubro, promoverá intercâmbio entre a comunidade de dança do Recife e coreógrafos, bailarinos, gestores, programadores, investigadores, representantes de redes, procedentes de 14 países. As sessões da RSD são de participação aberta e incluem espaços de capacitação, reflexão, intercâmbio de experiências, articulação de iniciativas, planificação coletiva, entre outras atividades.O 13o Festival Internacional de Dança do Recife é uma realização da Prefeitura da Cidade do Recife, com patrocínio da Petrobras e Itaú Cultural, incentivo cultural do Ministério da Cultura, através da Lei Rouanet, e apoio da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento da UFPE – FADE. Entre espetáculos, oficinas, palestras e encontros paralelos, as diferentes atividades do evento estarão em oito palcos da cidade. Além disso, o grupo residente Hello!Earth apresenta pela última vez o resultado de seu workshop, Walking Poems Recife, na tarde desta quinta-feira, nos bairros do Recife Antigo, São José e Santo Antônio, entre as 13h e 17h. A participação é gratuita, e para agendar um horário, é necessário comparecer no Teatro Hermilo Borba Filho, no Cais do Apolo, 121, no Bairro do Recife, ou ligar para os telefones 81.3232-2030/3232-2028.Dentro da linha de ação descentralizadora da PCR, o 13o FIDR se realiza em diversos palcos públicos e espaços populares do Recife, como o Teatro do Parque, Parque 13 de Maio, e nas Refinarias Multiculturais Nascedouro de Peixinhos e Sítio Trindade. Para democratizar ainda mais o acesso aos espetáculos, os ingressos serão vendidos a R$ 5,00, com exceção do Teatro do Parque, onde custará apenas R$ 1,00. Nas Refinarias, o acesso será gratuito.Serviço:Abertura do 13º Festival Internacional de Dança do RecifeQuando - Quinta-feira (09), às 20h;Onde - Teatro de Santa Isabel, no bairro de Santo Antônio;Quanto - R$ 5,00;Informações - (81) 3232-2031 e

Fonte: Boletim Diário da prefeitura do Recife

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Terça Negra


Programação especial no Projeto Terça Negra, no mês de outubro, com a realização do Festival de Igexá e Batalha de MCs. Nesta terça-feira (7), a partir das 19h, no Pátio de São Pedro, no bairro de Santo Antônio, serão iniciadas as inscrições de novos compositores e intérpretes de afoxé. Em seguida, acontece a primeira eliminatória do festival, entre seis musicas inscritas. Os MCs interessados já podem se inscrever no salão de estética afro Anastácia, que funciona no Edifício Vieira da Cunha, 3° andar, na rua Floriano Peixoto (Boa Vista), no horário comercial. Outro destaque da noite, a partir das 21h, a 4ª edição da Batalha de MCs, comandada pelo DJ Big. O festival de rimas é uma jornada anual que reúne e revela vários talentos locais. As inscrições dos MCs podem ser feitas na terça-feira, no Pátio, antes da abertura da batalha de rimas ou pelo e-mail: jornadademcs@gmail.com. Os dois festivais terão quatro eliminatórias e os classificados serão os destaques da grande final – no dia 28 de outubro. O Projeto Terça Negra surgiu na primeira gestão do prefeito João Paulo, numa parceria da Prefeitura do Recife com o Movimento Negro Unificado (MNU) para valorizar a cultura negra e estimular a formação de novos grupos locais.


Fonte: Boletim Diário da prefeitura do Recife

Banda Sinfônica do Recife comemora 50 anos com estréia em disco

Aos 50 anos, a Banda Sinfônica da Cidade do Recife (BSCR) faz sua estréia em disco, com lançamento nesta terça-feira (07), às 20h, em concerto no Teatro do Parque. A longa espera não foi à toa. Desde 2002, sob o comando do Maestro Nenéu Liberalquino, a BSCR vive um momento especial em sua história, tendo alcançado, graças ao grande incentivo da Prefeitura do Recife na gestão João Paulo, a excelência necessária para transitar com primazia do repertório erudito ao popular – como se espera de uma formação instrumental de sua natureza. O disco não só contempla os 50 anos, mas também representa o trabalho desenvolvido nos últimos seis anos e que teve o apoio irrestrito da Prefeitura do Recife, comemora Liberalquino, que no CD dividiu a produção musical e artística com Zé da Flauta.As mudanças promovidas na BSCR de 2002 para cá tiveram como objetivo dotá-la efetivamente do caráter sinfônico. Ampliamos a instrumentação para ter um melhor equilíbrio e poder executar um repertório mais diverso. Com isso houve uma redefinição do perfil da Banda, que antes se dedicava quase que exclusivamente a composições de música popular, explica Nenéu Liberalquino, regente titular e diretor artístico. O processo de reestruturação instrumental e reorientação artística foi acompanhado, ainda, pela realização de concurso público para contratação de novos músicos, a conquista de isonomia salarial – entre os integrantes da Banda e da Orquestra Sinfônica do Recife – e a incorporação oficial do termo Sinfônica no nome – proposto pela Prefeitura do Recife e aprovado pela Câmara Municipal. Ampliamos o naipe de flautas, que passou de duas para oito; inserimos o contrabaixo acústico, o clarinete alto em Mi bemol e mais um bombardino. Agora incorporamos ao repertório peças de jazz, trilhas sonoras, composições e arranjos especialmente criados para bandas sinfônicas. Sediada no Teatro do Parque, a BSCR faz uma média de 40 apresentações por ano. Seu período de atividades vai de março a dezembro, com concertos oficiais na última quarta-feira de cada mês.O concerto desta terça-feira, que marca o lançamento do CD Banda Sinfônica da Cidade do Recife – 50 Anos, terá entrada franca. O roteiro será basicamente o mesmo do disco, apenas com a ausência dos convidados Teca Calazans, Toninho Ferragutti e Proveta (Nailor Azevedo, líder da Banda Mantiqueira), que não poderão vir ao Recife. No CD, a cantora pernambucana radicada na França interpreta Melodia Sentimental (Villa-Lobos/Dora Vasconcelos). Ferragutti (acordeom) e o clarinetista e saxofonista Proveta, dois dos maiores virtuoses entre os instrumentistas brasileiros, participam como solistas das faixas Fogoió (de Luiz Guimarães, com arranjo primoroso de Clóvis Pereira) e Maluquinho (José Menezes), respectivamente. Todos os demais convidados do disco estarão no palco do Teatro do Parque: Arimatéia Veríssimo (sax soprano) e Costa Filho (sax tenor), integrantes do grupo paraibano JP Sax, travam diálogo em Segura Ele (de Pixinguinha e Benedito Lacerda, com arranjo de Spok); o maestro Edson Rodrigues participa em um medley em homenagem a Tom Jobim, que inclui Dindi e Chovendo na Roseira; o também maestro e craque do bandolim Marco César está em Bebê (de Hermeto Pascoal, com arranjo de Nilson Lopes); enquanto Ângela Luz e Gonzaga Leal, as outras duas vozes do disco além de Teca, interpretam Eco-Capibaribe (Deusdete Ferro) e Assum Branco (José Miguel Wisnick), respectivamente. Entre os solistas do disco, merece destaque Fabinho Costa, músico integrante da BSCR, que extrai um timbre surpreendentemente suave do seu trompete em Recife, Cidade Lendária (Capiba) e no medley de Tom Jobim.Agora com perfil efetivamente sinfônico, a BSCR cumpre seu propósito de valorização da música pernambucana de maneira plena, em razão da maior versatilidade adquirida. O time de arranjadores escalado para o disco comprova este fato. Estão no CD grandes mestres da música local como Ademir Araújo, Clóvis Pereira, Duda e Edson Rodrigues; ao lado de jovens valores como Nilson Lopes, Marcos FM e Spok. Respondendo pela direção musical e regência do disco, Nenéu Liberalquino assina o arranjo do medley Gonzaga em Tom Maior, que dá vestimenta sinfônica aos clássicos Asa Branca, Baião e A Volta da Asa Branca. De fora do Estado, vale ressaltar a contribuição de Hudson Nogueira, um dos maiores arranjadores brasileiros para bandas sinfônicas, que foi capaz de dar cores novas a Leão do Norte (Lenine/Paulo César Pinheiro), composição que já virou hino oficioso de Pernambuco. A única presença estrangeira no trabalho é o norte-americano Herbert L. Clarke, autor do arranjo para a abertura da ópera O Guarani, de Carlos Gomes, que inicia o disco.O disco Banda Sinfônica da Cidade do Recife – 50 Anos estará disponível para download no sites da Prefeitura do Recife (http://www.recife.pe.gov.br/) e do Maestro Nenéu Liberalquino (http://www.neneuliberalquino.com/) a partir desta terça-feira (07), dia do lançamento e do aniversário da Banda, que foi fundada precisamente em 07 de outubro de 1958, pelo então prefeito Pelópidas Silveira. Inicialmente formada por 34 músicos, hoje a BSCR conta com um corpo de 78 profissionais, dentre os quais 70 músicos no palco, além do seu regente titular e diretor artístico, Nenéu Liberalquino.




Fonte: Diário Oficial da prefeitura do Recife

segunda-feira, 6 de outubro de 2008

Segunda Cultural


Segunda Cultural, evento realizado pela Assembléia Legislativa que ocorre toda primeira segunda do mês desde 2003, traz a Bande Ciné e o Trio Jazz Saracotia. O show será no Teatro do Parque, nesta segunda-feira (6), a partir das 19h e a entrada franca.

CineMusic


O CineMusic ocorrerá nos dias 10 e 11 de Outubro, no Espaço Manuel Bandeira da Livraria Saraiva (Shopping Recife) tendo ínicio as 10:00 e término às 20:00. Os participantes podem curtir uma longa programação que conta com exibições de musicais, campeonato de Guitar Hero, participar do curso de maquiagem no Espaço Beleza - O Boticário, aprender e praticar e o inglês em um animado Karaokê no Espaço Musical - Yázigi e, por fim, após a clássica sessão de debate, poderão curtir o show da banda Reação Sonora.

Mais informações: www.cineflash.com.br