segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Programação da IV Feira de Leitura do Centro de Educação



Será realizado nos dias 20 e 21 de setembro a IV Feira de Leitura do Centro de Educação. O tema deste ano será "Territórios Interculturais da Leitura. #Nenhum direito a menos". Na programação, palestras e mesas temáticas; lançamento de revista, rodas de diálogos; relato de experiências; conversa com escritores; oficinas e minicursos; exposições, recital poético; atividades culturais e trocas e comercialização de livros. O homenageado deste ano é a Oriosvaldo Limeira de Almeida – Ori “Poeta de Peixinhos”, pelos seus 50 anos de Poeta. Na ocasião será celebrado também os 10 anos da RELEITURA – Rede de Bibliotecas Comunitárias da Região Metropolitana do Recife.

A feira tem como objetivos: dinamizar e aproximar a literatura dos estudantes universitários, professores, técnicos e sociedade, de um modo geral, valorizando o texto literário como principal ferramenta de incentivo à leitura literária. Neste sentido, a Feira de Leitura, se trata de uma feira para além da relação comercial com livros, com enfoque nas experiências literárias que valorizem bibliotecas e a relação dos sujeitos com a palavra escrita e falada.

A IV Feira de Leitura é realizada pelo CEEL – Centro de Estudos em Educação e Linguagem, a RELEITURA – Rede de Bibliotecas Comunitárias da Região Metropolitana do Recife e a Biblioteca Comunitária Caranguejo Tabaiares.

Confira a programação nas imagens:



Outras informações na página do facebook: https://www.facebook.com/feiradeleituraceufpe/  

Cineclube Avalovara exibe animações do Studio Ghibli

O cineclube Avalovara exibe neste domingo, 24 de setembro, duas animações do Studio Ghibli, um dos mais renomados quando se trata de animação. As animações escolhidas foram “Meu Vizinho Totoro” (Hayao Miyazaki, 1988) e “O Túmulo de Vagalumes” (Isao Takahata, 1988). A primeira leve e otimista (dentro daqui que esperamos de uma animação), enquanto a segunda é um drama forte, mostrando a dura realidade da II Guerra Mundial, do abandono, das pessoas que viveram esse terror e mesmo assim tem toda uma delicadeza ao tratar desse tema tão pesado. A sessão será no Teatro Silogeu do IHGVSA - Instituto Histórico e Geográfico da Vitória de Santo Antão (Praça Diogo Braga, s/n, Martriz) às 17h e a entrada é gratuita.


SERVIÇO

Cineclube Avalovara apresenta Sessão Dupla “Meu Vizinho Totoro”; “O Túmulo de Vagalumes”
Classificação indicativa: Livre/12 anos
Data e hora: 24/09/2017 (dom), às 17h
Local: Teatro Silogeu do IHGVSA - Instituto Histórico e Geográfico da Vitória de Santo Antão (Praça Diogo Braga, s/n, Martriz)
Entrada Franca

quarta-feira, 13 de setembro de 2017

Programação​ do Cinema São Luiz

Confira a programação do Cinema São Luiz de 14 a 20 de setembro clicando na imagem.

19º FestCine está com inscrições abertas para as mostras competitivas



Estão abertas as inscrições de curtas-metragens para 19º edição do FestCine – Festival de Curtas de Pernambuco, que será realizado no Cinema São Luiz (foto) entre os dias 4 e 9 de dezembro. Os interessados poderão se inscrever até o dia 13 de outubro. As inscrições deverão ser feitas exclusivamente pelo e-mail festcinepe@gmail.com, com o título de inscrição + nome do filme, e, junto à ficha de inscrição devidamente preenchida e assinada, anexar três fotos de divulgação do filme, além da documentação descrita no edital disponível no link. Cada proponente poderá inscrever até três filmes por diretor/a, desde que em categorias diferentes (animação, ficção, documentário, videoclipe e experimental), e apenas dois filmes na mostra competitiva de Formação. O prêmio oficial do evento é o Troféu Fernando Spencer, concedido aos melhores nos quesitos Direção, Fotografia, Montagem, Roteiro, Produção, Direção de arte, Trilha sonora, Som, Ator e Atriz. Os três melhores filmes de cada categoria da competição geral e os melhores da mostra competitiva de formação receberão prêmios em dinheiro, em valores que variam entre R$ 2 mil e R$ 4,5 mil. Outras informações pelo telefone (81) 3184-3076 ou pelo e-mail audiovisualpe@gmail.com.



quarta-feira, 12 de julho de 2017

Projeto Brincadeira de Criança inicia formações de audiovisual em escolas públicas da zona norte do Recife

A ONG Auçuba iniciou as atividades do projeto Brincadeira de Criança, proposta de formação em audiovisual voltada a estudantes do 4º ano do Ensino Fundamental I, da Escola Municipal Luiz Lua Gonzaga, localizada na Bomba do Hemetério, e do 6º ano da Escola Estadual Monsenhor Manuel Marques, localizada na Mangabeira.



O projeto foi aprovado no 9º Edital do Fundo de Incentivo à Cultura do Estado de Pernambuco FUNCULTURA - 2015-2016.  O projeto tem como objetivo contribuir para democratizar o acesso e a realização de produtos audiovisuais valorizando as brincadeiras populares locais na comunidade e nas escolas públicas, por meio de atividades de formação em comunicação e o audiovisual. Está é a segunda edição do Brincadeira de Criança, a primeira foi realizada em 2015 e também foi apoiada pelo FUNCULTURA.



O projeto consiste também em sensibilizar professores e demais profissionais de educação das escolas para o uso das mídias no processo de aprendizagem, bem como o fortalecer a ação dos/as educadores e educadoras. A ação, propõe realizar junto aos profissionais de educação das escolas de 3 workshops temáticos intitulado: Cinema nas  escolas; Ludicidade e audiovisual nas práticas pedagógicas e Leitura crítica da mídia.



Ao longo do projeto serão realizadas visitas a espaços culturais da cidade, com os participantes da ação, além de mostras nas escolas que serão divididas em 2 momentos: o Cine Experimental na escola, com mostra das produções para todos da comunidade escolar e familiares; e Mostra Comunitária na rua com exibição de todos os trabalhos das crianças e de filmes selecionados sobre os temas, trabalhados em sala para toda a comunidade do entorno da escola.

Integram a equipe do Projeto Brincadeira de Criança Paula Ferreira, coordenadora executiva, Ana Paula Ferreira, Coordenadora Pedagógica, Edimilson Assunção (Pitela), Yane Mendes, Paula Basso e Tarcísio Camêlo, educadores e educadoras sociais de tecnologias do audiovisual e Rogério Bezerra, educador de jogos e brincadeiras populares e ludicidade.





Auçuba – Comunicação e Educação
é uma organização da sociedade civil que atua há 28 anos na área da comunicação, educação, arte e mobilização social com foco na defesa dos direitos de crianças, adolescentes e jovens. Investir na formação audiovisual sempre esteve no escopo de atuação da organização como forma não só de desvelar aspectos da realidade, mas de trazer para o centro da ação, pedagógica, criativa e produtiva, os sujeitos que desta realidade fazem parte. Em foco, portanto, estão a nortear as diversas iniciativas formativas até então desenvolvidas pela organização na linguagem audiovisual, e no seu encontro com educação, questões relativas a capacidade de elaboração, reflexão e expressão desses sujeitos sobre si mesmos e sobre seu entorno, capacidade portanto de autorrepresentação. É esta trajetória, traduzida em projetos como o Escola de Vídeo, Comunicação e Educação, Oi Kabum! Escola de arte e Tecnologia Recife, Cine Bomba Cultura e Comunidade e com o Programa Só Para Fazer Mídia, que, compreendemos, habilita o Auçuba a continuar investindo em propostas que articula sujeitos e espaços nos quais convivem e vivem, bem como espaços que desejam “ocupar” política e artisticamente: comunidade, escola, cidade.

Projeto de pesquisa na área de dança e música faz convocatória



O Projeto TumTá seleciona artistas em formação para projeto de pesquisa. O TumTá é o nome do primeiro instrumento digital de música e dança fruto da parceria entre o dançarino, músico e ator Helder Vasconcelos e os produtores tecnológicos João Tragtenberg e Filipe Calegario, do Batebit Artesania Digital. O projeto de pesquisa em dança aprovado pelo Funcultura, propõe desenvolver as possibilidades do instrumento a partir de testes e avaliações realizados junto a 5 profissionais e 5 artistas em formação nas áreas de dança e música.

Os estudantes interessados em participar não precisam ter vínculo com instituição formal de ensino, mas é imprescindível o interesse na pesquisa e a disponibilidade para a participação em todas as atividades propostas, que serão realizadas entre os meses de agosto e outubro. A convocatória está disponível no site tumta.wordpress.com, onde também se encontra o formulário a ser preenchido e enviado até o dia 23 de julho.

O TumTá é um instrumento a ser tocado com os pés, acoplado aos sapatos, e seu grande potencial reside no fato de ter sido concebido para fazer música e dança ao mesmo tempo, com base na experiência do artista junto à tradição, onde essas duas formas artísticas estão intrinsecamente ligadas e partem de um mesmo impulso.


SERVIÇO

Convocatória para participação na pesquisa Tum Tá
Inscrições: de 12 a 23 de julho de 2017.
Público: artistas em formação (formal ou informal) nas áreas de música e dança.
Mais informações e formulário de inscrição: tumta.wordpress.com.

sexta-feira, 7 de julho de 2017